Setembro Amarelo – Vamos falar sobre depressão?

O Setembro Amarelo é um mês dedicado a promover o debate sobre a depressão e o suicídio, buscando formas de encarar o assunto sem tabu e focando no autocuidado como forma de prevenção. A depressão foi considerada pela Organização Mundial da Saúde como o “mal do século XXI”. Doença silenciosa, ela ainda é incompreendida inclusive […]

Marketing Central de Consultas

set 15, 2021

O Setembro Amarelo é um mês dedicado a promover o debate sobre a depressão e o suicídio, buscando formas de encarar o assunto sem tabu e focando no autocuidado como forma de prevenção.

A depressão foi considerada pela Organização Mundial da Saúde como o “mal do século XXI”. Doença silenciosa, ela ainda é incompreendida inclusive por quem sofre do problema. Muito se fala sobre uma epidemia de depressão pois ela atinge 10% da população mundial e esse índice aumenta a cada ano.

 

É importante trazer a público esse assunto, pois ainda há muito preconceito e falta de conhecimento em relação à  depressão e às doenças que afetam a saúde mental, em geral. Grande parte das pessoas que se sentem deprimidas ou sofrem de outra condição psiquiátrica, têm receio em compartilhar suas frustrações e angústias devido ao estigma associado a isso. 

 

Mas, assim como qualquer outra doença, tratar o quanto antes é essencial, por isso, quanto mais falarmos sobre saúde mental, mais pessoas terão acesso ao tratamento que necessitam!

 

Setembro Amarelo, mês de luta contra a Depressão

O dia 10 de setembro, onde comemoramos o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, serviu de inspiração para a criação do Setembro Amarelo, um mês dedicado às discussões sobre transtornos mentais, como a depressão, uma das principais causas de suicídio. Os dados são alarmantes: cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano – sendo essa a segunda principal causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos.

 

O papel do Setembro Amarelo é justamente desmistificar os tabus que envolvem a depressão e outros transtornos que afetam a saúde mental, falando sobre o assunto de maneira aberta e acolhedora

 

O Centro de Valorização da Vida (CVV), principal apoiador do Setembro Amarelo, disponibiliza acolhimento em diversos canais para qualquer pessoa que esteja passando por alguma situação angustiante e precise de um apoio, nem que seja apenas para um desabafo.

 

O 188 é uma linha telefônica disponível 24 horas por dia do CVV. Através dela você pode conversar com um voluntário capacitado e pedir ajuda. Também há a opção de chat, e-mail ou conversa presencial. Importante ressaltar para aqueles que precisam de apoio: você não está sozinho!

 

A ideia principal do Setembro Amarelo é fazer com que o apoio emocional chegue a todos que precisem. Por isso, divulgue esses canais de atendimento e atue também em prol da causa. A dor do outro não é drama e nem frescura: ela precisa ser ouvida e acolhida. Se possível, ajude e oriente a pessoa a buscar auxílio profissional para que ela possa ter uma melhor qualidade de vida.

 

Vamos falar sobre depressão?

Ainda um tabu para muita gente, a depressão atinge milhares de pessoas em uma crescente preocupante. No Brasil, cerca de 6% da população sofre com a doença. Os sintomas podem começar de maneira silenciosa, perdurarem e se agravarem ao longo do tempo caso não se tenha ajuda profissional. 

 

Os sintomas são fáceis de observar, se você se interessar pela dor do outro, entre os principais estão:

  • Alterações do sono;
  • Falta de apetite;
  • Falta de concentração;
  • Falta de interesse pela vida;
  • Irritabilidade;
  • Perda de vontade e prazer em realizar atividades simples. 

 

Se você ou alguém que você conhece tem algum dos sintomas da depressão, é importante procurar ajuda para prevenir a evolução da doença. Quanto mais cedo se procura por ajuda, maiores são as chances de se recuperar a qualidade de vida.

 

Tratamentos para a Depressão

Embora existam tratamentos eficazes conhecidos para depressão, menos da metade das pessoas afetadas no mundo (em muitos países, menos de 10%) recebe tais tratamentos. Os obstáculos ao tratamento eficaz incluem a falta de recursos, a falta de profissionais treinados e o estigma social associado aos transtornos mentais. 

 

Outra barreira ao atendimento é a avaliação imprecisa. Em países de todos os níveis de renda, pessoas com depressão frequentemente não são diagnosticadas corretamente e outras que não têm o transtorno são muitas vezes diagnosticadas de forma inadequada, com intervenções desnecessárias.

 

Procure ajuda profissional

Sabemos que atualmente existem inúmeras formas de fazer terapia e cuidar da sua saúde mental com qualidade. Teleconsultas representam acesso à saúde mental de forma mais barata, pois otimizam o custo dos atendimentos. 

 

Cada vez mais, os profissionais têm prestado atendimento à distância, e o uso da tecnologia é muito benéfico, tanto para os psicólogos como para seus pacientes, pois tudo o que você precisa é de um computador ou celular com conexão à internet e um espaço reservado, seja na sua casa ou escritório, para garantir a privacidade durante a teleconsulta. 

 

Leia mais em: As vantagens da consulta online com o Psicólogo

Cuide da sua saúde mental, como você cuida da saúde do seu corpo. Nossos sentimentos e emoções devem ser avaliados de forma correta e profissional. Para isso, conte com a Central de Consultas, temos atendimento presencial e consulta online com psicólogos competentes e dedicados.

 

Oferecemos assistência médica e odontológica de qualidade e com condições que cabem no seu bolso. Conte conosco e mantenha sua saúde sempre em dia

 

Agende sua consulta diretamente pelo nosso site, www.centraldeconsultas.med.br ou, se preferir, entre em contato pelo: (51) 3227.1515.

Leia também