A importância do aleitamento materno

Segundo a Unicef, o leite materno é o alimento ideal para todas as crianças e pode garantir o desenvolvimento saudável do bebê até os dois anos de vida. Apesar de não haver um consenso em relação ao tempo ideal de amamentação, é sabido que o aleitamento é muito importante para a boa saúde da criança. […]

Marketing Central de Consultas

ago 03, 2021

Segundo a Unicef, o leite materno é o alimento ideal para todas as crianças e pode garantir o desenvolvimento saudável do bebê até os dois anos de vida. Apesar de não haver um consenso em relação ao tempo ideal de amamentação, é sabido que o aleitamento é muito importante para a boa saúde da criança. Para isso, saiba a importância do aleitamento materno no artigo.

O bebê deve ser alimentado até o sexto mês exclusivamente com o leite materno, a menos que exista alguma restrição médica. A partir de então, o médico orienta a introdução de outros alimentos como chás, sucos, água ou outros tipos de leite, o que não impede que o bebê continue a ser amamentado.

Ele fornece os nutrientes necessários aos bebês, pois é rico em proteínas, vitaminas, anticorpos, gorduras e água. Ele tem fácil digestão, mata a sede e provê a primeira proteção imunológica ao recém-nascido, ajudando a protegê-lo contra diarreias, inflamações no ouvido e doenças respiratórias. O ato de sugar também é um exercício importante para o desenvolvimento adequado da musculatura facial do bebê.

Para promover as vantagens do aleitamento, nesta semana comemoramos a Semana Mundial de Aleitamento Materno, que ocorre todos os anos, sempre de 1º a 7 de agosto. 

A importância do aleitamento materno

Mais nutrientes para o bebê

O leite materno é produzido de forma equilibrada, contendo teores adequados de proteínas, carboidratos, gorduras e água para favorecer o crescimento e o desenvolvimento do bebê. O ideal é que ele mame todo o leite de um peito antes de passar para o outro, pois assim ele recebe todos os nutrientes da mamada completa.

Facilita a digestão

É facilmente digerido pelo intestino do bebê, o que favorece uma adequada absorção de nutrientes e o aumento da frequência das mamadas, trazendo mais calorias e alimento para o bebê. Quando a criança consome fórmulas infantis em pó, a digestão é mais lenta, pois nenhum leite artificial é tão bom quanto o leite materno.

Reduz cólicas

A facilidade na digestão do leite materno também ajuda a evitar problemas como gases e cólicas intestinais, além de conter substâncias responsáveis por proteger e reparar o intestino delicado do recém-nascido.

Previne anemias

O leite materno contém um tipo de ferro que é altamente absorvido pelo intestino do bebê, além de conter vitamina B12 e ácido fólico, importantes para a produção dos glóbulos vermelhos, células responsáveis pelo transporte de oxigênio no sangue. Veja todos os nutrientes do leite materno.

Evita diarreia

O leite materno é rico em bactérias que povoam o intestino do recém-nascido e compõem sua flora intestinal, atuando como uma barreira protetora que também ajuda na digestão e na regulação do trânsito intestinal.

Fortalece o sistema imunológico

Por ser rico em anticorpos produzidos pela mãe, a importância do aleitamento materno é enorme, pois por ter forma natural de defesa para o bebê, protege a criança contra problemas como asma, pneumonia, gripes, dor de ouvido e problemas intestinais. Isso ajuda a evitar doenças graves no início da vida do recém-nascido e, caso ele fique doente, o organismo da mãe aumenta a quantidade de proteínas e células de defesa no leite, facilitando a recuperação do bebê.

Desenvolve o sistema nervoso

O leite materno é rico em DHA, um tipo de gordura boa que participa da formação dos neurônios e favorece a memória, o aprendizado e a atenção. O DHA é um dos componentes do ômega-3, nutriente importante também para prevenir problemas neurológicos como TDAH, Alzheimer e demência. 

Previne obesidade

A importância do aleitamento materno também está no seu efeito anti-inflamatório, crianças que mamaram durante a infância têm menor risco de ter problemas como obesidade, diabetes e problemas cardíacos ao longo de toda a vida.

Sempre pronto para ser consumido

Além de ser o melhor alimento para o bebê, o leite materno está sempre pronto, na temperatura adequada e livre de contaminações que poderiam causar diarreias e infecções no recém-nascido.

Previne alergias

Bebês que são amamentados exclusivamente até os 6 meses de vida têm uma menor chance de desenvolver alergias alimentares, especialmente alergias ao leite, à soja, a peixes e mariscos, ao ovo e ao amendoim. 

Além de todos esses benefícios para o bebê, a amamentação é muito importante para as mães, pois queima calorias, protege contra a osteoporose e os cânceres de mama e útero, evita o surgimento de cancros nas mamas e nos ovários, acelera a recuperação do tamanho normal do útero e aumenta a intimidade com o bebê, fortalecendo os laços maternos.

Ajude a promover as vantagens do aleitamento materno exclusivo até os seis meses de idade e contribua para um futuro mais saudável para as crianças.

Aqui na Central de Consultas, nós acompanhamos a mãe e o bebê desde os primeiros momentos, com o Check Up Pré Natal, consultas e acompanhamento com Ginecologistas e Obstetras e Pediatras

Oferecemos assistência médica e odontológica de qualidade e com condições que cabem no seu bolso. Conte conosco e mantenha sua saúde sempre em dia

Agende sua consulta diretamente pelo nosso site, www.centraldeconsultas.med.br ou, se preferir, entre em contato pelo: (51) 3227.1515.

Leia também

Agende sua consulta pelo WhatsApp